A saga da insulina perdida

A saga da insulina perdida


Compartilho um episódio preocupante que ocorreu comigo.

Como todo mês, vou em missão de paz na busca das minhas insulinas (Humulin N e R) refil para reposição. Até aí nada demais.

Lembrando que as mesmas eu obtenho gratuitamente pelo programa farmácia popular, nas redes credenciadas em todo Brasil.

5 farmácias. Isso mesmo, 5 grandes farmácias e não consegui comprar em nenhuma delas, pois em todas estavam em falta do produto ou quantidade insuficiente para o tratamento que tenho.

Em uma delas, onde consegui a Humulin R, ao cadastrar o produto pelo sistema da farmácia popular foi acusado que não foi autorizado.
A justificativa dada: Produto descredenciada da lista de medicamentos atendidos pelo programa. (Alguém pode validar essa informação, pois não encontrei fontes sobre o assunto).

Enfim, toda história me causa grande preocupação por alguns fatos ocorridos neste episódio.

1 – Falta de tais insumos extremamente necessários para o nosso tratamento em grandes regiões do Brasil.

2 – Quem é responsável por esse controle e reposição de medicamentos. Fabricantes ou Estabelecimentos?

3 – Um possível descredenciamento de uma insulina que era atendida pelo programa farmácia popular. Qual a justificativa?

4 – E um dos pontos a que julgo mais importantes e preocupantes: Em todos os locais onde fui atendido a palavra INSULINA é acrescida de um olhar de dúvida e de falta de informação.

Em 3 destes locais tive que explicar as informações contidas na prescrição médica, o que era insulina, o tipo e quantidade no qual necessitava para o meu tratamento.

Me senti desconfortável, pois o amparo e apoio nestes casos, acredito eu, deve ser realizado por um farmacêutico.

Bem amigos compartilho minha saga da noite de ontem e espero que hoje ou nos próximos dias eu consiga narrar o final positivo desta história.

+ Não há comentários

Deixe o seu