Ao meu amigo pâncreas

Ao meu amigo pâncreas


Caro amigo pâncreas.

No dia de hoje eu só queria que voltasse a falar comigo.

Não sei os motivos que o fizeram romper nossa longa amizade.

Sei que faz muita falta. Principalmente naqueles momentos que me divertia ao seu lado comendo um belo e suculento bolo de chocolate sem me preocupar.

Acredito que um dia volte a falar comigo, que supere as dificuldades do passado e entenda que é fundamental pra mim.

Desde que se foi, os meus dias não foram fáceis.

Tive que procurar alternativas para manter o controle, me manter saudável e fugir das tentações que aparecem.

Tem horas que acho que fez de propósito isso, só para que eu pudesse hoje refletir o real valor que tinha em minha vida.

Mas não tem problema, enquanto você não volta tento conviver com alguém que apareceu logo após a sua partida, a Bete.

Geniosa essa menina, mas estou tentando lidar com a nossa relação de altos e baixos.

Sabe, ela perde o controle tem horas e tem momentos que me deixa quase apagado com uma tal de “hipo”.

Isso é só uma amostra pra reforçar a falta que você faz.

Que hoje, no dia do amigo, você lembre que estou aqui. Aguardando ansioso pela sua volta.

Feliz dia do amigo, meu grande amigo pâncreas.