Chutar o balde

Chutar o balde


Chutar o balde.

A vontade chutar o balde em alguns momentos da vida tem horas que parece falar mais alto que você. Olha que posso falar isso diante dos meus 1,90 m de altura.

Enfim, tem horas que o bom moço, o politicamente correto não funciona. Momentos em que o fazer bem parece sinônimo de criar atritos e desentendimentos com tudo e com todos.

Se você muda a história e chuta o balde se torna o vilão de uma sociedade corrompida e que o imoral parece cada vez mais ganhar força.

Uma sérias de desabafos sem nenhuma conexão aparente. Pois é, mas prefiro escrever, desabafar e explodir entre dedos e teclados..

E o mais doce dos diabéticos pode ser teu dia amargo e sem roteiro.

Desagradável quando isso acontece, mas se pra você que lê nesse momento pode criar com isso um dissabor pelo autor, ao mesmo tempo lhe respondo que isso não é uma sabotagem ao que mais prezo, fazer o bem.

Só que tem dias de cansaço, de tristeza e até falta de amor próprio.

Mas não vou deixar a peteca cair, apenas levo esse momento como um expurgo de ideias sobrevoando mais uma madrugada solitária.

Uma madrugada de novos pensamentos, de novas propostas e de ocasiões que o politicamente correto não quer falar alto.

Vou em frente juntando os cacos e unindo o quebra cabeça de muitas questões que deverão ser respondias em minha vida.

Até porquê todo mundo tem o direito de chutar o balde em algum momento. 

+ Não há comentários

Deixe o seu