Eu e as Insulinas

Eu e as Insulinas


Todo mês eu costumo compartilhar a felicidade em ter conseguido obter por mais um período, as minhas preciosas insulinas.

Recebo inúmeras mensagens no post e sempre, eu disse sempre, há um ou mais comentários questionando sobre a qualidade e o motivo no qual ainda uso estas insulinas que para muitos são “ultrapassadas”.

Bem, resolvi me pronunciar sobre esse assunto em alguns pontos:

1 – Atualmente eu obtenho minhas insulinas, gratuitamente, em dois locais possíveis: Posto de saúde perto da minha casa ou em alguma farmácia filiada pelo programa Farmácia Popular.

2 – Tenho um pouco mais de 2 anos com o diagnóstico do diabetes tipo 1. Logo sou novo nesta estrada, ainda me adaptando a algumas coisas (sim, todos os dias uma nova história e vocês sabem disso), minhas glicemias não são as melhores, porém até o momento consigo ter uma boa continuidade no meu tratamento com a NPH.

3 – Sei que esta insulina não é mais nova, pode ser que pra você não funcione mais e etc… Mas não deixa de ser a insulina como uma Lantus, Apidra e outras existentes.

4 – As melhores insulinas custam caro e infelizmente sou brasileiro, vivendo num momento de crise e fica um pouco complicado uma melhoria no tratamento com recursos próprios.

5- Ah Pablo! Coloca na justiça! Eu sei disso, mas preciso de tempo, buscar um advogado (que também possui custos) e ainda falamos de Brasil e portanto, não sei por quanto tempo isso irá levar em juízo.

6 – Ah Pablo! Vai na defensoria pública. Entendo, mas isso também demanda tempo e alguma orientação sobre o assunto.

7 – Pablo, por quê você não usa a bomba? Bem pessoal, sinceramente este vem sendo um sonho e objetivo para este ano. Não sei como, quando e se ainda irá ocorrer em 2016, mas quero pelo menos testar e ver as tantas maravilhas que os usuários compartilham e se no meu caso terá também o mesmo resultado favorável.

Bem pessoal, não entendam como um post desaforado, apenas um desabafo como tantos outros e uma forma de responder vocês sobre o tratamento que hoje eu sigo.

Um grande abraço, beijo no coração e vamos para mais uma semana com a Bete!