Governador Luiz Fernando Pezão

Governador Luiz Fernando Pezão


Rio de Janeiro, 24 de julho de 2017

Vossa Excelência Luiz Fernando Pezão,

Venho acompanhando os veículos de comunicação e pude observar, que passa por um período delicado da sua saúde, no que diz respeito a altas taxas de nível glicêmico.

Como portador do diabetes tipo 1, posso compreender o imenso desafio que está passando e que, estimo que possa ser capaz de superar com o devido esforço, tratamento, dedicação e recursos próprios para prosseguir adiante governando nosso Estado.

Gostaria de aproveitar, para que observe os números alarmantes de portadores da doença em seu Estado.

Em minha última pesquisa, estima-se que somos mais de 2 milhões no Rio de Janeiro e mais de 16 milhões em todo país.

Restringindo ao seu território de atuação, a grande maioria vem adoecendo não por vontade própria, mas pela ausência de recursos públicos destinados ao tratamento desta doença.

O Governador não deve ter ciência, mas milhares de mães, amanhecem em postos, hospitais e em locais destinados a retiradas de insumos, mas retornam aos seus lares e aos seus filhos, de mãos vazias. Impotentes sobre o futuro e ficam na esperança de contar com a colaboração de outros pacientes para doações de insumos.

Isso sem contar os demais, como no meu caso, que necessito reutilizar materiais, racionar recursos ou prolongar a vida deles, pois não tenho de onde obter eles.

Nossas vidas não podem esperar mais, precisamos de insulina, seringas, agulhas, tiras para aferir a glicemia. Talvez não conheça ainda muitos dos recursos ou termos do nosso cotidiano, mas cada um deles significa a continuidade da vida daqueles que hoje, agonizam e pedem socorro sobre o diabetes em seu Estado.

Reitero a estima por sua melhora e quem sabe, esta carta aberta chegue em suas mãos.

Atenciosamente
Pablo Cruz da Silva
Portador de Diabetes Tipo 1

+ Não há comentários

Deixe o seu