Pesquisadores do MIT e Harvard desenvolveram uma tinta de tatuagem que altera a cor que monitora sua saúde em tempo real

Pesquisadores do MIT e Harvard desenvolveram uma tinta de tatuagem que altera a cor que monitora sua saúde em tempo real


Os pesquisadores do MIT e de Harvard desenvolveram uma nova tinta de tatuagem que altera a cor que responde às mudanças no corpo, como açúcar no sangue e níveis de sódio.

Usando um líquido com biossensores ao invés de tinta tradicional, os cientistas querem transformar a superfície da pele humana em uma “exibição interativa” – uma ideia que torna esta prova de conceito algo emocionante de ser visto. Tecnologia como essa, poderia se tornar uma nova maneira revolucionária de monitorar a saúde, como por exemplos, dos pacientes com diabetes.

O projeto, chamado DermalAbyss, é uma colaboração entre pesquisadores do MIT e Harvard Medical School.

Até agora, a equipe desenvolveu três tintas diferentes que deslocam a cor em resposta às mudanças no fluido intersticial – o material que se esconde entre nossas células, compreendendo cerca de 16% do peso corporal humano.

Das três tintas de sensores, o mais intrigante é aquela que pode medir os níveis de glicose. O sensor muda sua cor de azul para marrom quando aumenta o açúcar no sangue.

Ter uma tatuagem sensível à glicose poderia tornar a vida mais fácil para as pessoas com diabetes, que tem que confiar em testes de sangue ao longo do dia para monitorar sua glicose.

A equipe também criou uma tinta que muda de rosa para roxo em relação aos níveis de pH, e um terceiro sensor que pode detectar o sódio, brilhando um tom verde vibrante sob luz UV na presença de níveis elevados de sal.

“O Dermal Abyss cria um acesso direto aos compartimentos no corpo e reflete processos metabólicos internos em forma de tatuagem”, escreve a equipe no site do projeto .

“Poderia ser usado para aplicações em monitoramento contínuo, como diagnóstico médico, auto quantificado e codificação de dados no corpo”.

Mas se você está pronto para se inscrever para uma dessas tatuagens biossensivas, infelizmente, teremos que aguardar por enquanto. Até agora, o DermalAbyss é apenas um estágio de prova de conceito, e não há indicação de quando ele pode se tornar um produto real.

Os pesquisadores testaram as tintas em manchas de pele de porco, usando injeções para alterar os níveis de fluidos a serem detectados.

No vídeo abaixo, você pode ver esses experimentos em ação, bem como uma renderização digital do que tal tatuagem de mudança de cor pode parecer em um braço humano:

Antes que esta tecnologia incrível possa ser aprovada em seres humanos, ele precisará passar por vários estágios de testes rigorosos, provavelmente em animais primeiramente e depois eventualmente em pessoas. Os estudos e testes, visam procurar reações adversas à tinta e possíveis alergias.

Há também a questões de como garantir que os indicadores de tatuagem sejam tão precisos quanto possível. Em uma situação médica, você necessita que essa “interface” de mudança de cor seja tão confiável como um exame de sangue.

“Levará muito tempo para qualquer coisa prática para o mercado, mas [a tecnologia] evoca imaginações e abre possibilidades”, disse um dos pesquisadores.

A equipe apresentará suas pesquisas no Simpósio Internacional 2017 sobre computadores portáteis em setembro.

Referências:

http://emais.estadao.com.br/noticias/bem-estar,tatuagem-muda-de-cor-para-indicar-alteracoes-no-sangue,70001826532

https://www.sciencealert.com/mit-is-working-on-colour-changing-tattoo-ink-that-can-monitor-your-health-in-real-time

+ Não há comentários

Deixe o seu