Pirâmide Alimentar: A base de uma alimentação saudável

Pirâmide Alimentar: A base de uma alimentação saudável


pirâmide alimentar

Alimentar é dar ao organismo os nutrientes necessários a sua manutenção e bem estar

 

Semana passada, percebemos a importância de nos alimentarmos de maneira saudável e como é grande os benefícios dessa dieta para o nosso organismo, tanto na prevenção quanto no tratamento de certas doenças. É através de uma boa base alimentar e, também, de um estilo de vida saudável, que fornecemos ao nosso organismo bem-estar e qualidade de vida.

Saber o que comer, quanto comer, qual a quantidade recomendada e o limite das porções de cada grupo alimentar resumem um pouco as maiores dificuldades apresentadas pelas pessoas que buscam novo hábitos alimentares. É exatamente, sobre esse guia alimentar, conhecido como Pirâmide dos Alimentos, que irei falar hoje. Sei que muitos já ouviram falar, mas será que deram as importâncias adequadas as informações recebidas? Vocês realmente absorveram conhecimentos? E mais, vocês colocaram em prática o que lhes foi passado? Bom, independente das suas respostas, hoje teremos uma nova chance para recomeçar…

Como sabemos, os nutrientes são essenciais para o funcionamento do nosso corpo.  Eles são encontrados nos alimentos, que podem ser tanto de origem vegetal como de origem animal. Os alimentos são partidos em pequenas porções pelos processos de digestão e absorção, que começa na boca, através da mastigação, e termina nos intestinos, onde os nutrientes são absorvidos, para serem usados nas células, tecidos, músculos, órgãos, enfim, por todo organismo.

Cada grupo de alimento nos oferece diferente fonte de nutriente, ou seja, alguns alimentos são ricos em carboidratos, outros em proteínas, ou gorduras, além de vitaminas e minerais e ricos ou pobres em fibras.

O nosso organismo necessita de uma determinada quantidade de cada nutriente para trabalhar de maneira saudável, ou seja, temos necessidades diferentes de ingestão de cada grupo alimentar.

Então, o ideal é equilibrar a alimentação? Sim, e por esse motivo, a Pirâmide Alimentar foi criada. Criada para nos ajudar a entender e como fazer para equilibrar o consumo desses alimentos no nosso dia a dia.

 

Vamos entender a Pirâmide Alimentar?

A pirâmide tradicional, tem a forma representativa de um triângulo, e é dividida em oito grupos alimentares, que estão repartidos em quatros degraus. Na base, se encontram os carboidratos, importantes fontes de energia; acima, estão os vegetais e frutas; logo depois, as proteínas de carnes e grãos, além dos laticínios e por último, estão os lipídeos e açúcares, que devem ser consumidos com moderação.

Os alimentos são agrupados de acordo com as suas funções e seus nutrientes. Mas, nenhum grupo pode ser utilizado como única fonte dos nutrientes, mesmo por que, nenhum grupo sozinho contém todos os nutrientes. Certo?

É bom lembrar também que todos os alimentos contidos em todos os grupos são importantes, o que muda é a quantidade a ser ingerida de cada um. A quantidade é especificada através das porções para cada grupo e dependa da individualidade de cada um. Ela indica quais alimentos devem compor uma alimentação saudável e as respectivas recomendações para cada grupo alimentar.

Alimentos como açúcar, as gorduras e o sal podem ser encontrados em vários grupos, por já estarem presente naturalmente nos alimentos. A ingestão particular desses alimentos, como por exemplo: o sal de cozinha e o açúcar de mesa devem ser alvos de atenção e, se possível, evitados. Uma vez que o seu excesso pode acarretar vários comprometimentos à saúde. O mesmo vale para as gorduras, principalmente a gordura animal, que é rica em colesterol.

 

Interpretando a Pirâmide Alimentar, temos a seguinte recomendação diária de ingestão:

o Água: Ingestão de 2 Litros/dia

o Atividade Física: Pelo menos 30 minutos/dia

o Carboidratos: pães, arroz, massas, cereais, raízes e tubérculos: 5 a 9 porções/dia

o Frutas: 3 a 5 porções/dia

o Hortaliças, Verduras e Legumes: de 3 a 4 porções/dia

o Laticínios: 3 porções/dia
Recomendação de cálcio 1500mg/dia

o Carnes (variadas) e Ovos: 2 porções/dia

o Leguminosas e oleaginosas: 1 porção/dia

o Fibras: 20 a 30g/dia

o  Açúcar e Gorduras: 1 porção/dia (cada), mas devem ser evitados!

 

Afinal, o que é uma Porção?

O texto de amanhã será uma continuação deste e abordará as porções de cada grupo alimentar… Não Perca!

 

Camila Cialdini Faria

Nutricionista Clínica &

Educadora em Diabetes

+ Não há comentários

Deixe o seu