Recomeço


“Descoberta a cura da diabetes!”

Imediatamente pensei como seria acordar um dia livre.
Acordar e saber que aquela minha parceira chamada insulina ficaria na gaveta para sempre.
Acordar e não me preocupar que no decorrer do dia os meus dedos precisariam de alguns beliscões.
Passar um dia, passar uma vida, sem lembrar da Bete.
Como seria o Eu e a Bete, como seriam as nossas vidas?
Não sei, mas posso sonhar que esse dia vai acontecer.
Posso sonhar que um dia ao amanhecer, este nosso ponto de encontro se torne um local de lembranças de tudo que nós já vivemos.
Que os nossos sonhos não fiquem perdidos no meio do caminho.
Que hoje seja o primeiro dia da sua mudança. Seja o seu recomeço.
E acredite: É possível ser feliz com a Bete.

Este texto, de minha autoria, me remete a novos tempos, novas expectativas de um recomeço que pode estar além de um horizonte inexplicável, mas que não me impede de ser feliz.

+ Não há comentários

Deixe o seu