Retrato de uma vida: Uma família e a Bete

Retrato de uma vida: Uma família e a Bete


Acho curioso que tiramos grandes lições em situações inesperadas.

Recebi hoje na minha casa, um Senhor que veio realizar uma manutenção em um eletrodoméstico que apresentava problemas.

Conversamos sobre tudo um pouco. Ele me falava que veio de João Pessoa e optou em largar tudo para tentar a vida aqui no Rio.

Até aí mais um caso como tantos outros, porém o indaguei o que mais sentia falta de sua terra natal. Esperava ouvir a tranquilidade, o custo de vida, hábitos locais, mas ele de forma franca e direta me respondeu: A minha família.

E sua família é o bem mais valioso e único que ele havia deixado por lá.

E isso me fez refletir o quanto essa palavra é importante e o quanto ela na minha vida com a ‪#‎Bete‬ são fundamentais.

Por diversas vezes citei sobre isso, mas realmente se não fosse a família que tenho, a estrada que caminho todos os dias no meu tratamento seria muito mais difícil. Digamos, que eles são o GPS que não faz perder o meu destino.

E sempre foi assim. Quando tudo parece impossível, lá está minha família me sustentando e fortalecendo para não desistir.

Talvez hoje não tenha nada que lhe motive a se cuidar, seguir um correto tratamento ou pensar no futuro.
Mas eu acredito que tenha alguém que te ame muito esperando que você dê o pontapé inicial na mudança do seu relacionamento com a Bete.

+ Não há comentários

Deixe o seu