Superdosagem de Insulina

Superdosagem de Insulina


Estava eu ontem, em mais um dia de procedimentos com a minha #Bete e aplicando no horário definido a minha insulina.

Até aí tudo bem, mas sabem aqueles momentos que determinadas ações são feitas em modo “automático”? Pois bem, acabei me confundindo e aplicando a quantidade de insulinas da manhã no período da tarde. Xiiiiii!!!

São cerca de 10 unidades a mais, porém são unidades que naquele horário não são aplicáveis para quem vos escreve.

A partir, deste meu erro que fui em busca do texto que hoje apresento.

Então o que fazer no caso de uma superdosagem de insulina?

A insulina é a controladora da glicose em nosso sangue.

Se eu acidentalmente, como foi o caso, aplico uma quantidade maior de insulina necessária para o controle desta glicose. O que acontece?

A glicose no sangue irá cair e terei o famoso episódio de hipoglicemia. Mas também a falta de glicose no sangue é algo bastante sério, não é mesmo?

Sim, os nossos neurônios usam a glicose para produzir energia. Então, se a quantidade de glicose no sangue cair demais o nosso cérebro não consegue mais funcionar de maneira correta.

Por esse motivo que os primeiros sintomas que temos são tontura, tremores e sono. Tais sintomas vão piorando a medida que a quantidade de glicose vai diminuindo, podendo provocar convulsões, coma e morte.

Pra finalizar, uma dosagem 30% de insulina no que o nosso corpo precisa, já é capaz de causar problemas.

Portanto, se passar por uma situação simular a essa monitore a glicemia e caso apresente alguns sintomas de hipoglicemia conte com a ajuda de uma água com açúcar, suco de laranja ou algum alimento doce para melhorar o quadro.

No episódio que vivi ontem, deu tudo certo ao final. Monitorei a glicemia, fiz minha refeição e tudo ficou sob controle.

Portanto, na hora da nossa #Bete esqueça tudo e se dedique a ela para não cometer erros!

+ Não há comentários

Deixe o seu