“VAI SE VER COM OUTROS OLHOS OU COM OS OLHOS DOS OUTROS?”

“VAI SE VER COM OUTROS OLHOS OU COM OS OLHOS DOS OUTROS?”


Bom dia galerinha do bem!

 

Cada vez mais percebo um aumento no nível de insegurança que as redes sociais transmitem.

Pessoas lindas, inteligentes, saradas, saudáveis, com hábitos incríveis na rotina alimentar, profissional e hábitos diários. Quase fazem acreditarmos na perfeição dos outros e na nossa incapacidade em sermos perfeito.

Até quando essa perfeição que é mostrada servirá como base para comparação na vida das pessoas, havendo uma permissão quase natural de aceitar o que vem do outro como verdade na nossa vida?!

É importante lembrarmos como cada ser é único e funciona de uma maneira, e até aí como você se percebe, ao necessitar de cuidados específicos e ao olhar na rede social uma pessoa que todos os dias posta uma foto com um sorriso no rosto, geralmente com a frase “FOCO, FORÇA E FÉ”  e os resultados sempre muito produtivos?!

Não entre em pânico, sua vida não é um desastre e você não precisa se matar para alcançar as metas que vem de fora. Vá com calma nos assuntos “impressões e metas”. Para que a vida do outro não se torne seu objetivo.

A pessoa que me refiro nos resultados sempre produtivos, também tem problemas, tem dificuldades, e não são as fotos sempre sorrindo que fazem dela a pessoa mais satisfeita e alegre do mundo, por mais que essa seja a impressão transmitida, ou ainda o que você escolhe absorver para colocar sua vida como uma vida sem perspectiva, inútil e sem sentido.

É interessante como as redes sociais promovem esses dois lados, ser útil para o contato com o mundo e alcance de informações, mas preocupante no que se refere aos ideais de vida.

“VAI SE VER COM OUTROS OLHOS OU COM OS OLHOS DOS OUTROS?”

E com essa pergunta possibilito à vocês uma reflexão sobre as próprias escolhas e possibilidades de mudança.

Ao se ver com os olhos dos outros, você nega à sua vida a sua autonomia, confiança e liberdade. Tudo que é feito sempre estará sujeito ao que outro pensa e acredita sobre você.  (O que o outro faria? O que  outro vai pensar? Nossa o outro consegue e parece tão fácil, por que eu não consigo?…)

Você abre margem à uma percepção errônea da sua vida, e no caso de quem tem Diabetes, possibilita até mesmo um relaxamento quanto aos cuidados, pois ao se perceber num mundo onde você é incapaz de realizar modificações, você desanima, se frustra e desiste. Virando um mundo sem solução, não é assim?!

Agora se veja com seus olhos. O que você vê? O que é possível mudar na sua maneira de se relacionar com o mundo? O que precisa fazer para que essa mudança aconteça? Você está disposto a mudar?

É importante que você se perceba enquanto ser de mudança. Onde você é livre para escolher e qualquer consequência recebida, será resultado da própria escolha. Mas apesar dos contratempos que possam surgir, você tem a oportunidade de refletir sempre e mudar a direção da sua vida.

Lembre-se não existe super herói, e muito menos perfeição. Existe o que é possível ser feito e o que se escolhe fazer.

Quando a base de comparação da nossa vida está no outro, nunca será alcançada a satisfação em ter se superado e ser capaz em realizar objetivos próprios, pois o outro é nossa referência. Você verá o outro sempre num nível acima, e não perceberá suas capacidades e habilidades.Tome como base de comparação a sua própria existência e suas próprias escolhas, para que ao olhar para um momento anterior você veja o quanto progrediu, e caso essa percepção esteja ainda distorcida, se permita a partir de hoje  se ver com outros olhos!

 

 

Até breve!

+ Não há comentários

Deixe o seu