Você aceita o desafio?

Você aceita o desafio?


Na vida precisamos nos desafiar frequentemente.

Apesar de amar música, minhas tentativas de aprender algum instrumento sempre foram frustradas.

Então há pouco tempo me desafiei em aprender bateria. Um instrumento que exige uma enorme habilidade na locomoção motora.

Fato: Não tenho muitas habilidades nesse aspecto. Sempre fui o menino que era o último a ser escolhido na educação física.

Mas enfim, estou me testando e gostando demais da experiência.

E muitas das vezes ficamos presos, pois temos medo de tentar e se desafiar.

E aí falando da Bete neste tempo de página o que mais leio são frustrações e falsas tentativas. Ah eu não consigo, poxa não adianta fazer isso ou aquilo que não melhora, tá bom assim mesmo.

Caramba! Quando você vai entender que precisa se desafiar, encarar os fatos e entender de uma vez por todas que ter a diabetes com você não é o final da linha? 

Tem horas que precisamos daquela “sacudida” de um amigo, para ver se irá lhe afundar de vez ou vai fazer você acordar pra tudo. Pelo menos sempre funcionou comigo pra que eu despertasse das coisas.

 Falando sobre a Bete ainda, ela tem tudo pra ser o início de uma história muito mais saudável e lhe proporcionar um aprendizado. A velha história dos nossos pais que diziam que até das coisas negativas podemos tirar uma grande lição.

E na minha vida tendo a Bete foi assim. Está sendo assim.

Então se desafie, busque a melodia e o ritmo que falta pra compor a mais bela canção criada por você.

Talvez assim como eu aprendendo bateria, nada pareça ter sentido no início, mas com esforço, repetição e dedicação eu tenho certeza que a música irá acontecer.

Acorde, veja o belo dia que lhe aguarda. Insista, repita e aplique o desafio que falta pra você mudar a sua história com a Bete.

Então, você aceita o desafio?